Enxaqueca

Enxaqueca é um transtorno neurológico crônico caracterizado por dores de cabeça recorrentes, de moderadas a graves. A dor de cabeça afeta geralmente apenas um dos lados e pode ser percebida com diversos sintomas característicos:

  • Dura entre 2 e 72 horas;

  • Dor intensa e pulsante usualmente em apenas um dos lados da cabeça;

  • Náusea, vômitos e distúrbios gastrointestinais;

  • Sensibilidade à luz e ao som;

  • Irritabilidade e e distúrbios de humor (ansiedade, euforia, depressão);

  • Incapacidade para realização de atividades cotidianas;

  • Distúrbios do sono (sonolência, insônia),

  • Distúrbio intelectivos (esgotamento mental, diminuição da concentração).

Um terço das pessoas com enxaquecas vêem uma aura, um distúrbio transitório visual, sensorial, motor ou na linguagem, que antecede a ocorrência de uma enxaqueca.

Pela medicina, a enxaqueca é uma doença multifatorial, sendo suas principais causas:

  • Ambientais

    • Estresse prolongado frequente;

    • Poluição e cigarro;

    • Barulho, odores e luzes fortes;

    • Alimentos contendo glutamato monossódico (muitos temperos), nitratos (carnes processadas como salsicha, salame e hambúrguer), tiramina (queijos e carnes processadas), aspartame ou álcool (especialmente vinho);

    • Irregularidade dos padrões de sono;

    • Falta de cafeína em consumidores frequentes de café;

    • Exercícios pesados em dias quentes ou com baixa umidade;

    • Vasodilatadores;

  • Genéticos (Dois terços dos casos são familiares);

  • Hormonais (afetam ligeiramente mais rapazes do que moças antes da puberdade e cerca de duas a três vezes mais mulheres do que homens adultos em função do ciclo menstrual e uso de pílula anticoncepcional);

  • Comportamentais:

    • Inflexibilidade na vida. 

    • Padrão de comportamento perfeccionistas. Tendem a se cobrar de mais e apresentam comumente dificuldade para relaxar e desfrutar de momentos prazerosos. 

    • Orgulho muito forte e sente-se muito incomodadas com pessoas autoritárias que mandem em sua vida ou controlem seus passos.

Não se conhecem os mecanismos que ativam a enxaqueca, mas acredita-se que seja um transtorno neurovascular. A principal teoria está relacionada com o aumento da excitabilidade do córtex cerebral e de anormalidades no controle dos neurônios da dor nos núcleos do nervo trigêmeo do tronco cerebral.

Tratamento pela Reflexoterapia.

O tratamento pela Reflexoterapia como de conhecimento é iniciado por uma avaliação dos pés. Pelos pés buscaremos entender se as características comportamentais descritas como gatilho para a enxaqueca estão presentes. Os pés nos revelam muito sobre o temperamento e seus sinais (linhas, manchas, coloração e descamações de pele, saúde das unhas, formato dos dedos) contam muito sobre como está nosso histórico emocional recente e até relacionado a traumas antigos.

Na parte terapêutica, irei ajudar ao interagente a tornar a vida mais leve e a não usar a razão constantemente, para equilibrar os dois hemisférios cerebrais (razão e emoção) e apaziguar conflitos internos e suas somatizações. Suavizar seus pensamentos.
Quando surgir uma dor de cabeça, o interagente deverá refletir sobre o que está acontecendo ao seu redor, tomando consciência de seus sentimentos.

 

  • Estou sendo contrariado?

  • Se sentiu desconsiderado (sentimento de falta de consideração)?

  • Perceba se esta sendo inflexível com você ou com outra pessoa? 

 

Procure a aceitação de tudo o que esta acima de suas possibilidades de resolver ou enfrentar. Veja se você não esta assim por orgulho.

Busque ser mais flexível com outras pessoas, agindo com empatia. Todos temos problemas e alguns comportamentos indesejados nos outros são frutos de algum  histórico na qual a pessoa pode ser apenas vítima. 

A solução passa por um exercício de flexibilidade. Acreditar que é possível mudar nosso comportamento e acabar com a dor sem o auxílio de remédios.

Experimente se soltar e se divertir mais, curta os pequenos prazeres da vida, fuja de ações automatizadas e sem sentimentos.  Se for tomar uma café, aprecie o aroma antes de tomá-lo.

Evite criticar as opiniões diferentes das suas. Empatia e amor aproximam as pessoas e torna a vida mais leve e flexível.

Pela reflexologia, irei aplicar uma terapêutica com estímulos focados nas informações que os pés me trouxeram e que quando trabalhados irão ajudar o interagente a ter uma percepção melhor dos fatos enquanto alguns estímulos visarão agir nos mecanismos da dor e sobre alguns incômodos típicos de pessoas acometidas por crises de enxaqueca.

Para nenhuma patologia, uma terapêutica padrão é suficiente. Pelos pés iremos buscar sinalizações que mostrem a raiz do problema. Estas informações serão a base para a construção de uma terapêutica eficiente.

Uma terapêutica típica para tratamento de enxaqueca envolveria estímulos nos pontos reflexos:

  • Hipotálamo;

  • Pineal;

  • Hipófise

  • Cerebelo;

  • Coluna;

  • Circulação;

  • Toda área reflexa da cabeça (Terapia do hálux), com enfase no corpo caloso;

  • Pescoço;

  • Olhos;

  • Seios da fase;

  • Tireoide;

  • Ovários (Mulheres);

  • Área digestiva;

  • Fígado;

  • Plexo solar;

  • Ponto de tensão.

Artigos acadêmicos:

a)Effects of feet reflexology versus segmental massage in reducing pain and its intensity, frequency and duration of the attacks in females with migraine: a pilot study

 

Tradução: Efeitos da reflexologia dos pés versus massagem segmentar na redução da dor e sua intensidade, frequência e duração dos ataques em fêmeas com enxaqueca: um estudo piloto.

Autores:

Wojciech Kobza;

Pawel Lizis;

Halina Romualda Zięba.

Publicação: Publicado em Imprensa Periódica de Medicina Tradicional Chinesa em 7 de julho de 2017.

DOIhttps://doi.org/10.1016/S0254-6272(17)30047-X

b) Effect of applying reflexology massage on nitroglycerin-induced migraine-type headache: A placebo-controlled clinical trial.

Autores

Nima Imani;

Shams Aldin Shams;

Moloud Radfar;

Haleh Ghavami;

Hamid Reza Khalkhali
Publicação: The journal of the Turkish Society of Algology em 2018

 

Saúde é Consciência

Ter saúde é uma questão de consciência. A doença é acima de tudo um desequilíbrio, e quando nos conhecemos e nos harmonizamos física, emocionalmente e mentalmente, estamos criando uma barreira protetora. Este equilíbrio se traduz em homeostase fisiológica com nosso sistema imunológico restabelecido.

informação é a força mais influente no universo. "Jacob Bekenstein"

Apoio

Azul esboçado TV