Orgãos e sua Saúde

Boca

A boca faz parte do sistema digestório, sendo seu ponto de entrada do tubo digestivo e onde inicia-se o processo da digestão humana. Localiza-se na parte frontal da cabeça. A boca é formada pelos dentes, língua, gengiva, palato (céu da boca), bochecha e lábios é responsável pelo início da digestão. Um adulto tem 32 dentes e uma criança tem em sua dentição primária 20 dentes .

 

Os dentes encontram-se situados nos dois maxilares, constando a dentição permanente de 4 incisivos. 2 caninos. 4 pré-molares e 6 molares em cada maxilar. A função dos quatro dos incisivos na parte da frente da arcada, é cortar a comida.

A língua é o órgão que recebe os estímulos responsáveis pela sensação do sabor dos alimentos. É na língua que se situam a maioria das papilas gustativas.

Neurodependência

A boca deve a sua funcionalidade ao sistema nervoso e pode ser considerada apenas uma parte mais periférica do sistema nervoso, como são o ouvido e o olho, sendo eles projeções de contato com o ambiente externo. Possui uma vasta e variada população de receptores, de onde partem fibras nervosas conectadas ao sistema somato-sensorial facial no cérebro. A boca capta diferentes tipos de estímulos e as fornece ao sistema nevoso central as sensações do paladar, por exemplo. O sistema nervoso central controla também a função muscular e glandular. Forma-se, assim, um sistema recíproco de aferência e eferências, pelas quais a boca passa possui uma dependência funcional total do sistema nervoso, tanto ou mais que o próprio olho.

Ao redor da boca humana e em seu interior existem as glândulas salivares que produzem a saliva. Uma de suas principais funções é a de transformar o amido em produtos mais simples para formar o bolo alimentar, que após ser engolido irá passa para a faringe (deglutição).

O volume de saliva secretada, em repouso está em torno de 1 ml/min, e um volume diário que varia entre 1000 a 1500 ml/dia. As variações deste volume como as de composição da saliva devem-se à ação do sistema nervoso autônomo. Os sistemas de controle simpático e parassimpático influem sobre o formação da saliva; porém o parassimpático é o mais importante neste processo.

Boca seca

Dentre os diversos fatores que podem ocasionar a boca seca  ou xerostomia o mais importante é o estresse que em decorrência desequilibra nosso Sistema Nervoso que ocasiona a diminuição da produção de saliva.

O sistema nervoso simpático induz a produção da adrenalina, hormônio vasoconstritor produzido pela adrenal e ainda estimula a contratilidade de certas células (mioepiteliais) que envolvem as regiões responsáveis pela produção de saliva. O resultado dessa estimulação é a expulsão da saliva pré-formada, aumentando transitoriamente o fluxo salivar. Após alguns instantes , o fluxo salivar começa a diminuir devido à redução da irrigação sanguínea determinada pela vasoconstrição simpática (redução do calibre do vaso e conseqüente diminuição da irrigação sanguínea). Sendo assim, quando há uma hiperatividade simpática a boca fica seca, podendo até ocorrer dor e dificuldade na deglutição.

Intestino Delgado:

O intestino delgado tem a importante função de separar substâncias necessária e utilizáveis das que não temos como aproveitar e deverão ser eliminação. Analogamente a funcionalidade de nutrição, no campo emocional, atua na percepção daquilo que é importante e deve ser assimilado e o que deve ser eliminado.


O Intestino delgado esta dividido em três partes:

  • Duodeno;

  • Jejuno;

  • Íleo.

 

Pela Medicina Tradicional Chinesa (MTC) o órgão é complementar ao coração. Está associado ao elemento fogo. Portanto, engolir sapos, ansiedade, preocupação, raiva, tristeza, a angustia e o medo afetam diretamente o equilíbrio do plexo solar e são descarregados no intestino delgado. 

O intestino delgado corresponde ao pensamento consciente, analítico;


Intestino irritado pode estar relacionado a medo ou por atravessar algum momento na qual não se sente forte para resolver. Perda de líquidos. Trabalhar a flexibilidade, permitindo as situações fluírem e tomarem seu curso natural.

Intestino preso (constipado) pode estar relacionada a uma dificuldade de absorver uma situação, cuja as emoções mal trabalhadas acabam por atrapalhar seu ritmo. Também pode estar relacionadas a uma postura de pessoas altamente críticas costumam ter dificuldade de absorver positivamente situações ou em alguns caso absorver tudo que lhe é passado sem um crivo mental, que podem causar constipação e acúmulo de peso.

Se eu estiver incapaz de digerir as suas emoções, você ficará sujeito às somatizações, que se manifestarão de variadas formas:

  • Diarreias;

  • Constipação; 

  • Dores de cabeça;

  • Dores de estômago, 

  • Dor na nuca;

  • Náuseas; 

  • Baixa imunidade (Maior propensão a gripes e resfriados);

  • Ficar deprimido, 

  • Ter erupções cutâneas;

  • Pressão alta;

  • Aumento de peso que pode pressionar a sua coluna.

 

A tensão emocional  com o tempo, transformar-se que é a rigidez que será percebida na coluna, principalmente na cervical.

Um abdômen intoxicado, poderá tornar-se um depósito de gorduras, massas, inchaços, nervos retorcidos e tumores...


Sugestões para seu equilíbrio:

  • Intercepte suas emoções: Sempre que uma emoção aflorar em uma sensação física, perceba em que parte de seu corpo ela se manifesta. Não tente entender o seu motivo, nosso cérebro racional é incompetente para compreender assuntos do inconsciente.

  • Trabalhe a sua expressividade: Se tiver dificuldades em lidar com as emoções, busque ajuda profissional. Desenvolva a sua Inteligência Emocional.

  • Trabalho corporal:  Ajuda a dissolver as tensões musculares. 

  • Conecte-se: Aprenda a reduzir o stress: Medite, pratique artes marciais, Yoga, Tai Chi Chuan, Reiki.

  • E evite alimentos refinados (farinhas e derivados).


Com o centro do corpo livre de bloqueios, a minha energia e vitalidade podem fluir com facilidade e vigor, garantindo-lhe boa saúde, bem-estar, alegria de viver e longevidade.

 

Pela reflexologia, quando a área reflexa do intestino delgado esta dolorida, sinaliza dificuldade de absorver as lições da vida.

Alça Sigmoide:
    Quando dói no pé: Dificuldade de aceitar situações ou pessoas.


Apêndice:
Quando dói no pé: Sinaliza trauma de útero. Coloca o instrumento em cima do ponto da Válvula Ílio Cecal e aponta para baixo.


Intestino Grosso:
O intestino grosso é uma víscera que realiza a reabsorção de líquidos e eliminação dos detritos sólidos resultantes do processo digestivo. 

Podemos interpretar a defecação como um ato de doação e generosidade. A constipação pode revelar questões relacionadas com a dificuldade de desprender-se daquilo que possui, com temas relacionados com a avareza. 

O intestino grosso corresponde ao subconsciente. 

Pela reflexologia, quando a sua área reflexa nos pés doem pode sinalizar que esta desregulado ou apresenta cólicas. Emocionalmente sinaliza questões de magoa e ou dificuldade de perdoar.


Reto
Pela reflexologia, quando a sua área reflexa nos pés doem pode sinalizar esta atravessando alguma questão na qual tem medo de errar.

Nervo Vago
O nervo vago é popularmente pouco conhecido, porém é um dos principais nervos que podem ajudar na melhora da qualidade de vida e saúde.

O nervo vago é uma ramificação do nervo craniano, tem sua origem no tronco cerebral e liga-se a órgãos como intestino grosso, rins, fígado, esôfago, estômago e ao coração. Desta forma o nervo vago regula:

  • O metabolismo;

  • Frequência cardíaca;

  • Trabalho gastrointestinal e outras funções viscerais. 


Sistema nervoso parassimpático atua:

  • Aumento da produção de lágrimas;

  • Contração da pupila;

  • Produção de saliva clara com enzimas;

  • Constrição dos brônquios e traqueia (da velocidade das trocas gasosas);

  • Bradicardia;

  • Armazenamento de glicogênio no fígado;

  • Secreção pancreática de insulina;

  • Aceleração dos processos digestivos e dos movimentos peristálticos (+ absorção de nutrientes)

  • Relaxamento dos esfíncteres da bexiga e estimulação dos órgãos sexuais. 

 

Estresse, ansiedade, preocupação, depressão, entre outras coisas. levam a uma diminuição da atividade do sistema nervoso parassimpático e, um aumento da atividade do sistema nervoso simpático, responsável por nos acelerar e nos deixar em alerta. O nervo vago é um nervo do sistema nervoso parassimpático, isto é, o sistema responsável por nos acalmar e tranquilizar. Observe as alterações em sua digestão, temperatura corporal, ritmo cardíaco entre outras quando esta preocupado, estressado ou ansioso. Nestes momentos o nervo vago está sendo menos acionado. Não é por acaso que a obesidade e as doenças crônicas vêm crescendo, assim como os distúrbios da mente. 


A maior parte do ramo parassimpático se origina no 10º nervo craniano (Nervo Vago).

A estimulação do sistema nervoso simpático em exagero, a médio e longo prazo ocasiona diversos problemas de saúde. Por exemplo:

  • Piora do sistema imunológico;

  • desregulação do metabolismo;

  • Aumento da inflamação crônica que se relaciona com a obesidade;

  • Resistência à insulina, diabetes mellitus;

  • Hipertensão.

 

O estresse, além de diminuir a qualidade de vida, engorda. As pessoas obesas costumam ter uma diminuição da atividade do nervo vago. A devida estimulação do nervo vago pode contribuir para diminuir as patologias e as co-morbidades da obesidade, além de prevenir o estresse.


É possível ativarmos o sistema nervoso parassimpático através da Reflexologia, acupuntura e por meio de exercícios relaxantes e de consciência corporal. Ter um nervo vago ativo significa menos estresse e menor propensão ao ganho de peso gordo. 

 

Ter um bom nervo vago resulta muito mais do que simplesmente ter um nervo “saudável”. Significa:

  • Metabolismo regulado;

  • Prevenção de diversas doenças crônicas como a obesidade e diabetes;

  • Melhor frequência cardíaca, gerando menor sobrecarga no coração;

  • Melhora do humor;

  • Melhora no bem-estar;

  • Maior flexibilidade intelectual entre outros benefícios.

O importante não é cuidar do “nervo”, mas sim cuidar de você! Ter hábitos de vida saudáveis como uma boa alimentação, praticar exercícios físicos que tanto estimulem como acalmem o nosso sistema, ter uma boa qualidade do sono são boas maneiras de manter a saúde em dia.  Guardar alguns momentos do dia para se acalmar e se tranquilizar é outra forma que pode auxiliar nisso. Mudar hábitos de vida não é fácil, mas muitas vezes é preciso e muitas vezes uma ajuda é muito bem-vinda. 


Estomago

O estômago é uma grande bolsa que se localiza no abdômen e é responsável pela digestão das proteínas.

Células secretoras na parede do estômago irão produzir o sulco gástrico que vai agir sobre o bolo alimentar que chega. Componestes do sulco gástrico:

  • Ácido Clorídrico (HCl). Tem ação bactericida e sua principal função é diminuir o Ph do estomago (~1,5) para dar início a transformação de uma molécula chamada de precipitinogênio (enzima inativa), que é transformada em uma enzima ativa chamada de pepsina. Esta enzima irá atua na digestão de proteínas, que já haviam sofrido quebra pela água e é acelerada pela pepsina tendo a formação de pequenos peptídios (pequenos fragmentos proteicos que serão quebrados no intestino delgado;

  • Mucina. O órgão possui células que o recobrem internamente e produzem muco, uma forração gelatinosa chamada mucina. Este muco funciona como um escudo para inibir a autodigestão pelas pepsinas e do ácido clorídrico. Por ser alcalino, o muco neutraliza o ácido clorídrico, um potente corrosivo. Mas quando alguém está estressado, o organismo pode aumentar a concentração de ácido clorídrico ou bloquear a produção de mucina, provocando a formação a irritação das paredes do estômago e a formação de das úlcera pépticas.

A entrada do órgão recebe o nome de cárdia.


Pela reflexologia, quando sua a área reflexa dói no pé, pode sinalizar que a pessoa esta engolido sapos e portanto, esta com dificuldade de digerir situações. Este órgão se encarrega da assimilação das experiências. Quando a pessoa se sente muito sobrecarregada devido as situações que passa em sua vida e portanto com dificuldades para assimilá-las, então o estômago começa a dar sinais de mau funcionamento. O resultado de uma preocupação pode ocasionar uma rachadura entre a mente e as emoções, colocando a razão e a emoção em conflito.

Recomendações importantes para manter a boa saúde do estômago:

  • Mastigar bem os alimentos;

  • Não beber líquidos durante as refeições;


Fígado
 

Fígado sintetiza a albumina que atua na regulação do Ph.
 

Emoções relativas ao FÍGADO - Tem a função de decompor, armazenar e reconstruir a matéria corporal. Se a vida de uma pessoa se desmorona e ela não pode levar a cabo a tarefa de reconstruir, então ela armazena sensações de estar sobrecarregada, muito demandada, o que pode criar raiva, ódio, frustração, sentimentos de negatividade em sua vida e ressentimento/rancor. 

 

Comportamental para harmonizar o funcionamento do fígado:

  • Seja flexível;

  • Distanciar-se mais das situações e dos problemas;

  • Olhe para a vida com uma postura mais confiante e positiva;

  • Cuidado com a postura de autocrítica, não fique a "remoer" sobre aquilo que não está ao seu alcance controlar ou resolver.

  • Tenha uma postura mais ativa e decidida.

  • Pela M.T.C., o fígado rege os seguintes segmentos do organismo:

  • Articulações dos ombros, joelhos e tendões de um modo geral (Bursites, dores nos joelhos, e qualquer outra dor envolvendo tendões ou muscular, tendinites). Trabalha a flexibilidade do ser humano diante de situações complexas onde é necessário ser flexível em vez de ser rígido.

  • Rege os olhos e os sentidos da visão. Conjuntivites, olhos vermelhos, coceiras, olhos secos, cataratas, etc.).

  • Rege as unhas, seios e todo o aparelho reprodutor feminino. (Ciclo menstrual, cistos ovarianos, miomas uterinos, corrimentos vaginas, libido, frigidez, queda hormonal, menopausa e qualquer desequilíbrio envolvendo o aparelho reprodutor feminino.

  • Se o fígado esta com muitas toxinas diminuirá a velocidade da digestão, a função de absorção é prejudicada e mesmo que alimente-se bem, pode ficar subnutrido. 

 

Pela reflexologia, quando sua a área reflexa dói no pé, pode sinalizar raiva, orgulho, autocritica. É aconselhável estimular também as áreas reflexa do nervo Vago e das vértebras C3, C4, C5, T12 e L1.

Pergunta quando dói no pé: Você se cobra muito?


Hipotálamo
Interfere com diversas funções vegetativas atuando no controle da temperatura corporal, do apetite, da sede, do sono, no desejo sexual e de certas emoções, sendo que as partes laterais parecem envolvidas com o prazer e a raiva;

 

Principal intermediário entre o sistema nervoso e o sistema hormonal, o hipotálamo está ligado à hipófise, principal glândula endócrina.

 

Quando o hipotálamo detecta alterações no corpo, libera neurotransmissores que atuam sobre a hipófise. Por sua vez, está libera ou inibe a secreção de seus próprios hormônios que regulam diversas atividades metabólicas. É considerado, portanto, o coordenador do Sistema Nervoso e do Sistema Endócrino;

  • Regulação da temperatura corporal

  • Controla a saciedade, ou seja, faz o controle da Ingestão de alimentos. Regula a consciência do peso corporal;

  • Controle da ingestão e a secreção de água;

  • Controle do Sistema Autônomo;

  • Atua na modificação celular, desde a permeabilidade da membrana até as modificações metabólicas, como lipólise, glicólise e outras funções.

  • Atua no processo de contração muscular (cardíaco e liso), atuando na regulação da pressão arterial e da frequência cardíaca.

  • Regulação dos ritmos circadianos realizando a cronobiologia do corpo, sendo portanto, um maestro para o corpo;

  • Participação nos processos emocionais (funções exercidas em conjunto com o sistema límbico);

  • Produz a oxitocina ligada a emoções de relacionamentos sociais e amorosos. A Oxitocina pode estar relacionada ao sentimento de nacionalidade e de xenofobia. Também liberada no orgasmo, aumentando o vínculo com seu parceiro sexual.

  • A porção mediana parece mais ligada à aversão, ao desprazer e à tendência ao riso (gargalhada) incontrolável. De um modo geral, contudo, a participação do hipotálamo é menor na gênese do que na expressão (manifestações sintomáticas) dos estados emocionais.

  • As partes laterais parecem envolvidas com o prazer e a raiva;

  • Pega aminoácidos e junto com hormônios neurais produz peptídeos neurais que combinam com os estados emocionais que vivenciamos no momento, formam uma química para a raiva, uma para a alegria, uma para a tristeza, da vitimização, da luxuria, do medo, do amor, e assim por diante. Sendo solto pela glândula pituitária (hipófise) na corrente sanguínea. Quando chega a corrente sanguínea ele acha seu caminho para diferentes áreas do corpo. Todas as células do corpo têm um receptor para a área de fora. Quando um peptídeo chega ele funciona literalmente como uma chave na fechadura. Ele toca o receptor e manda um sinal para a célula. Cada célula tem consciência. Portanto nossas experiências colorem o que sabemos. Nossas avaliações têm a ver com nossas experiências anteriores. Se você não consegue controlar seu estado emocional, você deve estar viciado nele.

  • Participação em comportamentos motivacionais. Comanda o centro de recompensa e punição;

  • Promove a sensação de tranquilidade;

  • Controla a função gastrointestinal.

  • Atua na postura em relação ao medo ou a punição.


Pineal
Produção dos hormônios:

  • Melatonina: Age como desacelerador da atividade metabólica e regulador do sono. É produzida como derivada da Serotonina e precisa de ausência de luz para ser produzida.

Emoções relativas a GLÂNDULA PINEAL - Necessita de luz natural do dia, necessita de entusiasmo e se não há suficiente entusiasmo em sua vida, a glândula pineal não funciona adequadamente. É aconselhável entrar em contato com a natureza pois ela traz a luz natural e pode ajudar nestes casos.


Hipófise

A hipófise ou pituitária é uma glândula endócrina com cerca de 1 cm de diâmetro alojada na base do crânio. É dividida em duas partes:

  • Adeno-hipófise;

  • Neuro-hipófise.

 

É responsável pela regulação da atividade de outras glândulas e de várias funções do organismo. Portanto é a gerente coordenadora das operações do sistema endócrino. 
 
Produção dos hormônios:

  • Prolactina

    • Nas mulheres regula o ciclo menstrual (estabiliza a secreção do estrogênio e progesterona) e estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias. Está relacionada a dores de cabeça, alterações visuais, diminuição do apetite sexual e infertilidade.

  • Secreta e armazena a Ocitocina produzida pelo Hipotálamo (OXT)

    • Hormônio do amor

    • Melhora do humor, 

    • Melhora a interação social, 

    • Diminuição da ansiedade e 

    • Aumento da ligação entre parceiros. 

    • No homem, este hormônio é capaz de diminuir a agressividade, deixando-o mais amável, generoso e social, embora sua atuação seja muitas vezes bloqueada pela ação da testosterona

  • Vasopressina: Hormônio Antidiurético (ADH). Estimula a reabsorção de água nos dutos renais, aumenta ligeiramente a pressão arterial, seu desequilíbrio leva a Diabete Insípido (sem perda de glicose). 

  • Tireotrofina: Hormônio estimulante da Tireoide (TSH). Estimula a tireoide a produzir T3 e T4 para acelerar ou aumentar o metabolismo.

  • Adrenocorticotrópico (ACTH): estimula a secreção dos hormônios do córtex da supra-renais (aldesterona, cortisol e andrógenos fracos). A pituitária é estimulada por emoções de agressividade a  produzir em excesso ACTH. O ACTH faz parar todos os efeitos do STH, inclusive a defesa contra a infecção. O ACTH descontrolado pode dar origem a úlceras pépticas, a uma modalidade de diabete e a outras alterações.

  • Hormônio folículo-estimulante (FSH): estimula a formação do folículo de Graaf do ovário, dos túbulos seminíferos do testículo e também estimula a espermatogênese.

  • Hormônio luteinizante (LH): regula a produção e liberação de estrogênio, progesterona e de testosterona.

  • Hormônio somatotrófico ou do crescimento - GH ou STH. Este hormônio em adultos tem amplo efeito fisiológico:

    • Correção do peso corporal;

    • Aumento da massa muscular;

    • Diminuição da gordura corporal;

    • Recalcificação óssea;

    • Redução do colesterol e dos triglicérides;

    • Melhora da pressão e na circulação arterial;

    • Melhora da capacidade física, da coordenação motora, da visão, da audição e da memória e concentração;

    • Fortalecimento do sistema imunitário;

    • Diminuição das rugas;

    • Auxílio no funcionamento dos sistemas cardiovascular,

    • Renal e hepático;

    • Melhora na capacidade respiratória;

    • Diminuição da queda dos cabelos;

    • Aumento da libido e do desempenho sexual;

    • Redução do estresse, da ansiedade e da depressão.

    • O enfrentamento de uma infecção faz a pituitária produzir GH em excesso. As emoções de fracasso, inutilidade, desânimo têm exatamente a mesma atuação. Os efeitos imediatos do GH(hormônio somatotrófico) são cansaço, dores generalizadas, náuseas, fraqueza, assim como inflamações e defesa contra as bactérias. Pequenos aumentos na quantidade de GH durante um longo período, produzem uma série de transtornos: asma, artrite reumatoide, pressão alta, nefrosclerose, periartrite, lúpus erythematosus, etc.

 

Pela Reflexologia, quando observamos que o centro das digitais dos pés estão com as pontas bicudas, sinaliza que a pessoa anda muito irritada e apresentando quadros de perda de paciência. A área reflexa do centro da digital de ambos os hálux deverá ser sempre estimuladas para regularizar a atuação hormonal, sendo importante para trabalhar todas as questões emocionais. Devemos dar enfase a estímulos a esta área, sempre que forem trabalhados questões de regularização hormonal descompensadas.

Plexo Solar e Reflexologia
É através do desequilíbrio da energia vital que acontece a ligação do corpo físico ao corpo emocional, que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino. Assim surge uma relação entre as doenças e as crises emocionais. É muito comum que as pessoas transformem energias negativas, em depressão, raiva, solidão e até doenças mais graves.


Por conhecimentos de acupuntura, a energia vital caminha através de meridianos por todo o nosso corpo e chega a região do Plexo Solar. Nesta região se concentram vibrações mais específicas, que se trabalhada, ativamos alegria e saúde. 


O Plexo Solar é um centro extremamente importante e devemos evitar tudo o que possa desequilibra-lo, pois, por sua vez, ele contrai os vasos sanguíneos e os diferentes canais do organismo. E quando o sangue ou os outros líquidos circulam mal, formam-se depósitos que, com o tempo, acabam por provocar toda a espécie de problemas. O que mais desequilibra o plexo solar são as manifestações desordenadas de nossas emoções, como o medo, a cólera, o ciúme, o amor-paixão. E como o plexo solar é o reservatório das forças, a consequência desta desarmonia é uma desenergização geral.


Quando a pessoa leva um susto ou um choque, fica imediatamente sem forças, as pernas bambas, as mãos tremem, ficam com a cabeça vazia. Isso significa que o plexo solar esgotou suas forças.

 


Funções: Digestão, emoções e metabolismo.

Aspectos Positivos que o afetam: Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.


Aspecto negativos que o afetam: Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.


Esse ponto, no meio da planta dos pés, se localiza o plexo solar, e ele é a chave do nosso sistema autônomo e do nosso subconsciente. Ativando-o, a pessoa entrará em estado de relaxamento.


O plexo solar que fica localizado a mais ou menos a quatro dedos acima do umbigo, não deve estar pressionado por roupas apertadas. Se isso estiver acontecendo, solte o botão ou cinto.
 
A zona do plexo solar se estende, tanto no pé direito como no esquerdo, da base dos ossos metatarsais até os ossos cuneiformes, e é idêntica em suas porções centrais as áreas da zona do estômago.

Tireoide

A tireoide é uma glândula responsável pela regulação do metabolismo geral do organismo. Também esta relacionada ao sistema neuropsíquico, portanto influencia nossas emoções quando trabalham a mais (Hipertiroidismo) ou a menos (Hipotiroidismo) que o necessário. Pequenas alterações percebidas por exames, muitas vezes sem sintomas claros e evidentes também podem alterar nosso humor e o controle emocional.

A tireoide é uma glândula que se localiza no pescoço, na região que conhecemos como pomo-de-adão. 

A tireoide em termos fisiológicos atua ou influencia:

  • Crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes;

  • No peso corporal;

  • Na memória;

  • Na regulação dos ciclos menstruais;

  • Na fertilidade;

  • Na concentração.

  • Regulação da Secreção:

    • Hipotálamo;

    • Hipófise;

    • Tireoide.

 

Os principais hormônios produzidos pela tireoide e lançados na corrente sanguínea são:

  • Produz T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina), que estimulam e regulam o metabolismo.

  • Produz a calcitonina, que retira íons cálcio do sangue e deposita nos ossos.​

Pesquisas apontam que 60% da população apresenta nódulos na tireoide em algum momento da vida, entretanto, isso não significa que sejam malignos. Problemas que podem estar associados ao mau funcionamento da tireoide:

  • Dores musculares e fraqueza;

  • Cãibras musculares;

  • Pele seca e escamosa;

  • Perda da libido (desejo sexual);

  • Dor, dormência e uma sensação de formigamento (síndrome do túnel do carpo) nas mãos e dedos;

  • Períodos irregulares da menstruação;

  • Unhas quebradiças.

 

Tireoide e as Emoções:

  • Alterações de tireoide junto com alterações psiquiátricas são muito comuns, chegando a chamar atenção dos clínicos, psiquiatras e endocrinologistas. Explicar, entretanto, se elas ocorrem porque a tireoide interfere no psiquismo ou se o psiquismo interfere na tireoide tem sido objeto de muitos estudos.

No hipotireoidismo, quando há uma diminuição da produção dos hormônios da tireoide. Hipotireoidismo em adultos:

  • Intolerância ao frio;

  • Constipação;

  • Inchaços nas extremidades e nas pálpebras;

  • Diminuição de apetite;

  • Ganho de peso;

  • Raciocínio lento;

  • Depressão;

  • Aumento dos níveis de colesterol no sangue;

  • Bradicardia (diminuição da frequência dos batimentos cardíacos);

  • Derrame pericárdico (acúmulo de água na membrana que envolve o coração);

  • Insuficiência cardíaca (enfraquecimento do órgão). 

  • Menor síntese de proteínas:

    • Cabelos fracos

    • Unhas quebradiços e de

  • Pode desencadear a Esteatose Hepática. O hipotireoidismo é apontado como gatilho para a esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado), com a influência do hipotireoidismo na motilidade intestinal. Essa alteração leva a um estado de maior degradação dos sais biliares, eleva a absorção de colesterol e, como consequência, pode ocasionar um super crescimento bacteriano. Isso causa danos biliares, diminui o fluxo biliar e eleva o risco de desenvolvimento de litíase (formação de pedras na vesícula). Esse comprometimento intestinal e biliar causado pelo hipotireoidismo gera uma elevação no colesterol sérico, pois diminui a conversão de colesterol a sal biliar. Reduz o metabolismo oxidativo no tecido muscular induzindo a obesidade, hiperlipidemia (concentração elevada de lipídeos, por exemplo, o colesterol no sangue. Este quadro pode levar ao acúmulo patológico de colesterol nas paredes dos vasos sanguíneos, obstruindo-os, caracterizando a doença aterosclerose), esteatose (acúmulo de gordura nas células do fígado).

  • O hipertireoidismo. Os sintomas podem ser:  Algumas pessoas toleram menos o calor. Alguns sentem ansiedade ou cansaço. Alterações nas unhas e nos cabelos podem ser notados. O coração pode bater de forma irregular ou ficar aumentado.Sintomas Hipertireoidismo:

    • Estado de alta excitabilidade, irritabilidade e nervosismo;

    • Fome excessiva;

    • Aumento da motilidade;

    • Hiperatividade do trato intestinal (diarreia);

    • Perda de peso (Emagrecimento);

    • Tremores;

    • Intolerância ao calor (sudorese);

    • Aumento do trabalho cardíaco, que posteriormente também se torna enfraquecido e pode causar arritmia cardíaca. Cerca de 10 a 20% dos pacientes com fibrilação atrial (arritmia grave) tem como causa fisiológica o hipertireoidismo.;

    • Palpitações;

    • Exoftalmia (saliência excessiva do globo ocular);

    • Fraqueza muscular;

    • Fadiga extrema;

    • Insônia ou Incapacidade de adormecer;

    • Alterações menstruais;

    • Bócio.

Problema na tireoide aumenta em 30% risco cardíaco.

 

Pela reflexologia, quando sua a área reflexa dói no pé, pode sinalizar sinalizar problemas relacionados a insegurança e para mulheres também medos. Nódulos podem sinalizar que a pessoa passou por algum momento que onde sentiu-se humilhada.

Paratireoide
Tratar: 2º ponto, ou em baixo (Teimosia); 
Indica dores e fraqueza muscular.

 

Baço
Baço: Funções no sistema imunológico.
Emoções relativas ao BAÇO - Retém os fracassos, os desejos de morte, apatia. Se uma pessoa enfrenta mais dificuldades do que pode suportar, pode dar-se por vencido, crendo que realmente fracassou, e perdendo muitas vezes a vontade e desejo de viver. Podem apresentar problemas de circulação, digestão e indisposição.

 

Quando dói no pé: Dificuldade de dizer não. Pode estar desprotegida e querendo achar adeptos. Necessidade de ajudar os outros.

 

Pâncreas

Quando dói no pé: Prazer na vida, doçura na vida.

Pâncreas: Funções no sistema imunológico.

 

A bile produzida e secretada no duodeno atua na neutralização acida do estomago. Portanto sua estimulação favorece o organismo a produzir bicarbonato;

 

Emoções relativas ao pâncreas: Tem a ver com a doçura (açúcar) da vida. O pâncreas sofre danos pela amargura, em especial naquelas pessoas coléricas ou muito amargadas. Quando uma pessoa passa a sentir a vida triste e sem doçura, perde lentamente as duas funções do pâncreas. Não consegue eliminar a “acidez” dos sentimentos e não consegue mais manter os seus pensamentos “doces”. A pancreatite simboliza a perda da ”doçura” da vida e indica que a pessoa está constantemente frustrada, imaginando que jamais conseguirá realizar o que sonhou, porque acredita que não há “gosto” em continuar tentando e que a vida sempre dificulta seus desejos. Aprenda a aceitar os acontecimentos, sejam eles quais forem, de maneira analítica e não emocional. O que estou propondo é que você transforme todos os seus aborrecimentos e frustrações em pensamentos de aceitação provisória otimista. Isso quer dizer que você deve tranquilizar-se, prestar atenção no fato que o aborrece, enxergar seus próprios erros e, enfim, tentar novamente sem medo e com número menor de erros. Acredite sempre em você e tente vários métodos de alcançar o sucesso.

 

Vesícula:
Quando dói no pé: Dificuldade de absorver coisas novas.
Pedras nas vesículas não devem ser tratadas pela reflexologia;
 

========================================

o    A raiva contrai o meu lado direito, perto do Fígado; 

o    A preocupação afeta o meu lado superior esquerdo, perto do Baço; 

o    A ansiedade e a impaciência, minha parte alta, perto do Estômago; o    A tristeza, as laterais inferiores, perto dos Pulmões; o    O medo, as regiões mais baixas e profundas, perto dos Rins...

Saúde é Consciência

Ter saúde é uma questão de consciência. A doença é acima de tudo um desequilíbrio, e quando nos conhecemos e nos harmonizamos física, emocionalmente e mentalmente, estamos criando uma barreira protetora. Este equilíbrio se traduz em homeostase fisiológica com nosso sistema imunológico restabelecido.

informação é a força mais influente no universo. "Jacob Bekenstein"

Apoio

Azul esboçado TV