• Vinicius Macedo

O que as unhas dos pés falam sobre nossa saúde física e emocional

Atualizado: Jan 24

Nossas unhas dizem muito sobre nossa saúde física e emocional. Cada dedo dos pés está relacionado a uma emoção e suas unhas sinalizam como as expressamos. Quanto maiores e mais vivas estiverem, melhor estamos vivenciando e interagindo com o mundo por meio destas emoções.




Emoções nos dedos:

Pé direito:

  • 1º dedo (hálux): Alegria;

  • 2º dedo: Desejo, vontade ambição;

  • 3º dedo: Atividade e decisão;

  • 4º dedo: Apego;

  • 5º dedo (mindinho): Medo, insegurança e firmeza;


Pé esquerdo:

  • 1º dedo (hálux): Tristeza;

  • 2º dedo: Afetividade;

  • 3º dedo: Criatividade;

  • 4º dedo: Amor;

  • 5º dedo (mindinho): Confiança, sexualidade e otimismo.


Sendo assim, uma questão mal trabalhada na infância, como um pai rígido que impede que seu filho chore, pode ocasionar um bloqueio da emoção da tristeza. Este fato enfraquece a vitalidade da emoção expressa pelo mecanismo reflexo pelo 1º dedo do pé esquerdo. Sendo assim, a perda de vitalidade favorece a penetração na pele de fungos, podendo levar a unha a apresenta um aspecto amarelado (micose). Este é o real motivo pelo qual um tratamento de uma micose é difícil. Normalmente tentamos eliminar o sintoma, mas não a causa, e consequentemente após um tratamento o problema retorna.


Unhas encravadas podem sinalizar conflitos não resolvidos com os pais e parentes próximos. Quando ocorre no hálux do pé direito, sinaliza conflitos com o pai e no hálux do pé esquerdo com a mãe.


Nas unhas também se manifestam sinalizações de diversos problemas. Por exemplo, unhas quebradiças podem indicar problemas na tireoide. Como exemplo, uma pessoa passa por um momento em sua vida que ela se sentiu humilhada. Uma angustia não trabalhada tem potencial de afetar o equilíbrio de nossa tireoide. Após algumas semanas, uma ou mais unhas, conforme a emoção mais afetada, pode apresentar trincas e uma aspecto de enfraquecimento de suas bordas.


Listarei algumas sinalizações encontradas nas unhas que servem de alertar sobre nossa saúde quanto as questões físicas:

  1. Unhas pálidas: Anemia, insuficiência cardíaca, problemas no fígado ou desnutrição.

  2. Unhas brancas na raiz com bordas mais escuras ou amareladas por inteiro: Problemas hepáticos.

  3. Unhas quebradiças com manchas brancas: Indica alergias ou carência de de cálcio, zinco, magnésio, vitamina B12, ferro ou ácido fólico.

  4. Unhas amarelas: Uma das causas mais comuns é a infecção por fungos.

  5. Unhas azuladas: Oxigenação insuficiente ou problemas respiratórios.

  6. Unhas onduladas com superfície rugosa: Psoríase ou artrite inflamatória.

  7. Unhas rachadas, divididas ou frágeis que quebram com frequência (sem fungos): Problemas na tireoide.

  8. Unhas com bordas inchadas e vermelhas: Inflamação da borda da unha pode indicar lúpus ou problemas no tecido conjuntivo.

  9. Linhas escuras abaixo da unha: Podem ser causadas por melanoma (câncer de pele agressivo).

  10. Unhas roídas: Ansiedade persistente.

  11. Unha com formato de colher, bem arredondada: Sinal de problemas cardiovasculares ou pulmonares, como asma e bronquite, que afetam a circulação.

  12. Unha avermelhadas e cheias de ondulações: Pode aparecer em quadros de diabete.

  13. Hemorragia embaixo da unha: Carência de vitamina C.


Observação: As pontos abordados acima não são assertivos, sendo apenas sinalizações de problemas físicos. Não devemos olhar para nossas unhas e entrar em pânico caso seja observado uma destas sinalizações. Nossas unhas dos pés costumam ser muito afetadas por traumas, que nem sempre percebemos de imediato, gerando falsas sinalizações. Apenas o médico é capaz de diagnosticar corretamente a presença de alguma alteração na saúde. Lembrando que um dos objetivos deste blog é de trazer consciência sobre o fato que os pés sinalizam muitas informações sobre nossa saúde física e emocional e não gerar medo.


Em futuros artigos, irei mostras mais aspectos que o emocional afeta a vitalidade de nossas unhas.

Saúde é Consciência

Ter saúde é uma questão de consciência. A doença é acima de tudo um desequilíbrio, e quando nos conhecemos e nos harmonizamos física, emocionalmente e mentalmente, estamos criando uma barreira protetora. Este equilíbrio se traduz em homeostase fisiológica com nosso sistema imunológico restabelecido.

informação é a força mais influente no universo. "Jacob Bekenstein"

Apoio

Azul esboçado TV